Imprimir

Páscoa, o Senhor no nosso meio!

Publicado em .

Leia mais:Páscoa, o Senhor no nosso meio!Jesus venceu a morte e está vivo. Não só nesta noite santa da Vigília Pascal, mas em todas as circunstâncias em que ouvimos a voz do sacerdote aclamar: O SENHOR ESTEJA CONVOSCO! Ao que todos os fiéis e ministros ordenados, em autêntica profissão de fé, exclamam: ELE ESTÁ NO MEIO DE NÓS. Graças a essa verdade esplêndida, celebramos nesta noite santa, com imensa alegria, o Cristo Ressuscitado e com renovada esperança a vida nova de ressuscitados. Por isso, o venerável dia santo da Páscoa é o Domingo primordial, do qual derivam todos os outros domingos do ano. Domingo a domingo, celebramos com a Igreja a Páscoa semanal, que é o Dia do Senhor.

Imprimir

Páscoa

Publicado em .

Leia mais:PáscoaNa liturgia pascal, quando da bênção do novo fogo, extraído da pedra, implora-se para que a Luz do Cristo, que ressurge glorioso, dissipe as trevas de nosso coração.

Vivemos dias difíceis no mundo de hoje. Raro é o dia em que, ao ligarmos a televisão, dela não escorre o sangue da violência. Podemos contar os dias em que, ao abrimos os jornais pela manhã, nossas mãos não se ensangüentam com o sacrifício de tantas vidas de irmãos que sucumbiram vítimas do ódio, da cobiça e da luxúria da sociedade. E tantos jovens que se consomem no uso das drogas!

Imprimir

O que é a festa da Páscoa?

Publicado em .

Leia mais:O que é a festa da Páscoa?A festa da Páscoa é a festa mais antiga, não só dentro do cristianismo.

Ela, na sua origem, é uma festa judaica na qual se celebra a libertação do Egito, um grande momento na história do povo de Israel onde eles fazem a experiência da libertação do Deus que vem ao encontro deles, os tira da escravidão, faz passar pelo Mar Vermelho, leva até o Monte Sinai, para lá fazer a aliança com ele, e depois prosseguir sua caminhada até a terra prometida.

A terra onde jorra leite e mel.

Depois, com Jesus Cristo, esta festa ganha outro sentido.

Imprimir

Domingo de Páscoa

Publicado em .

Leia mais:Domingo de PáscoaO Domingo de Páscoa, ou a Vigília Pascal, é o dia em que até mesmo a mais pobre igreja se reveste com seus melhores ornamentos, é o ápice do ano litúrgico. É o aniversário do triunfo de Cristo. É a feliz conclusão do drama da Paixão e a alegria imensa depois da dor. E uma dor e alegria que se fundem pois se referem na história ao acontecimento mais importante da humanidade: a redenção e libertação do pecado da humanidade pelo Filho de Deus.

Imprimir

A Vígília Pascal

Publicado em .

Leia mais:A Vígília Pascal"Segundo uma antiqüíssima tradição, esta é a noite de vigília em honra do Senhor (Ex 12, 42). Os fiéis, tal como recomenda o evangelho (Lc 12, 35-36), devem asemelhar-se aos criados, que com as lâmpadas acesas nas mãos, esperam o retorno do seu senhor, para que quando este chegue os encontre velando e os convide a sentar à sua mesa" (Missal Romano, pg 275).

Esta Noite Pascal tem, como toda celebração litúrgica duas partes centrais:

- A Palavra: Nesta celebração as leituras são mais numerosas (nove, ao invés das duas ou três habituais).