Imprimir

Sejamos sal da terra e luz do mundo

Publicado em .

Leia mais:Sejamos sal da terra e luz do mundoBrasília, 1º de Outubro de 2014.

Caros párocos e demais responsáveis pela evangelização da juventude no Brasil.

“Vós sois o sal da terra… Vós sois a luz do mundo”
(Mt 5,13-14)

No final do mês passado, fui convidado para deixar uma mensagem aos jovens de uma Paróquia, a partir desta afirmação de Jesus acima, registrada no Evangelho de Mateus, no contexto do Sermão da Montanha. Ela não se dirige somente aos adultos, mas a todos os filhos e filhas de Deus. E, portanto, aos nossos adolescentes e jovens, de todas as paróquias brasileiras.

Imprimir

Da transitoriedade do ESTAR para a eternidade do SER

Publicado em .

Leia mais:Da transitoriedade do ESTAR para a eternidade do SER“Igualmente vocês, vocês jovens, obedeçam aos mais velhos. E todos vocês revistam-se de humildade no relacionamento mútuo, porque Deus resiste aos soberbos, mas dá a graça aos humildes.” (1Pe 5,5)

Observando a cultura contemporânea, podemos perceber que nossos jovens são educados para lutar por seus sonhos. São incentivados a transpor qualquer tipo de barreira para alcançar seus objetivos. Nada mais justo, afinal de contas a juventude é movida a sonho, sem sonhar termos jovens cada vez mais estagnados e sedentários.

Imprimir

Jesus, meu amigo

Publicado em .

Leia mais:Jesus, meu amigo“Mas chamei-vos amigos, pois vos dei a conhecer tudo quanto ouvi de meu Pai.” (Jo 15,15)

Certa vez Jesus estava em Betânia, conforme nos narra o evangelista João (12), e seus amigos lhe ofereceram um banquete. Quando contemplo esta passagem fico a imaginar a quantidade de coisas que Lázaro e suas irmãs colocaram à mesa, afinal de contas elas acreditavam que, de fato, aquele era o Messias, um Deus que se fez amigo da família. Mas eu me pego a pensar: será que de fato era isso que Jesus esperava daquela família?

No capítulo anterior do Evangelho, Cristo ressuscita Lázaro, logo, nada mais justo que o próprio Lázaro, Marta e Maria oferecessem a Ele o que possuíam de mais valioso. Não que Jesus estivesse cobrando alguma coisa, mas humanamente falando, seria isso que qualquer um de nós esperaria receber ou gostaria de oferecer.

Imprimir

Jovens em ordem de batalha

Publicado em .

Leia mais:Jovens em ordem de batalhaAqueles que ousam servir se tornam semelhantes ao próprio Cristo.

A jovem de Nazaré teve medo, mas não hesitou em responder: “Eis aqui a serva do Senhor, faça-se em mim segundo a tua palavra” (Lc 1, 38), esta resposta deu a Maria o testemunho necessário para anos mais tarde se dirigir aos servos de uma festa e dizer: “fazei tudo o que Ele vos disser” (Jo 2,5). A mãe de Jesus sabia que a fidelidade ao projeto de Deus lhe traria inúmeras recompensas, tanto que ela mesma foi quem profetizou: “doravante todas as gerações me felicitarão.” (Lc 1,48b)