Imprimir

10 dicas de filmes católicos

Publicado em .

Design sem nome 1A Sétima Arte é uma dos modos preferidos por algumas pessoas para aproveitar o tempo vago. Um bom filme, uma companhia agradável e uma pipoca faz qualquer tarde monótona fica mais alegre.

Para quem é católico e quer aproveitar a sétima arte para passar o tempo e aprofundar mais na vivência da fé, existe uma série de filmes que podem ajudar. Alguns nem foram idealizados por produtoras católicas, mas pela riqueza de detalhes nos dão uma verdadeira catequese.

Veja algumas dicas de cinema para católicos:

1. Paixão de Cristo (2004)

Produzido e dirigido por Mel Gibson, o filme foi sucesso de bilheteria e conta com Jim Caviezel no papel de Jesus Cristo. Fez sucesso também entre os críticos, inclusive religiosos, pela riqueza de detalhes com que narra a paixão e morte de Jesus. O roteiro do filme, inclusive as falas de personagens foi feito nos idiomas aramaico, latim e grego, proporcionando uma experiência ainda mais próxima com a realidade da época.

2. Maria, Filha de seu Filho (2000)

Com o intuito de resgatar a importância da figura de Maria como Mãe de Jesus, o filme Maria, Filha de seu Filho é um dos preferidos dos católicos. Apesar de não perder a centralidade de Jesus no roteiro, a obra destaca a vida de Maria desde seu nascimento até a assunção aos céus, passando por seu casamento com José. Através da responsabilidade assumida, seu afeto materno e disponibilidade à ação de Deus, ela pôde unir sua vida com a missão e a realidade divina de seu filho.

3. Maria, Mãe do Filho de Deus (2003)

Sob a direção de Moacir Góes, o longa brasileiro contou com Pe. Marcelo Rossi, Giovanna Antonelli, Luigi Baricelli e José Wilker no elenco, entre outros. Apesar de contar a história de Maria, a história não se passa em Nazaré, mas sim no sertão nordestino. Tudo para que a linguagem seja acessível à Joana, interpretada por Ana Beatriz Cisneiros, uma criança de 7 anos.

4. Padre Pio, o Santo de Pietrelcina (2006)

Apesar de extenso, o filme tem 200 minutos, o longa retrata do sacerdote da capuchinho que dedicou sua vida, especialmente, ao confessionário e à orientação espiritual dos fiéis. Compenetrado em seus momentos de orações, Pe. Pio recebe as estigmatização e por isso recebe a visito do, então sacerdote, Karol Wojtyla, hoje conhecido como São João Paulo II. O filme foi gravado em 2006, na Itália.

5. Chiara e Francesco (2007)

Lançado em 2007, o filme Chiara e Francesco é uma das mais recentes versões da história dos santos de Assis retratada no cinema. Os detalhes do longo mostram o conflito de Francisco, quando se encontra com o crucificado e decisão de Clara e de outros amigos de o seguirem na radicalidade do evangelho.

6. Marcelino Pão e Vinho (1955)

Apesar de ser antigo, lançado em 1955, o filme aborda as travessuras e imaginação do menino Marcelino, atualizando a importância da Eucaristia e da Oração para os católicos. Criado por monges, o pequeno Marcelino marca a vida do simples um vilarejo onde vive, sendo protagonista de um milagre.

7. Karol: o Homem que se tornou Papa (2005)

Produzido na Polônia, terra natal de São João Paulo II, e lançado em 2005 o filme mostra os desafios do Papa de um dos pontificados mais duradouros da história. Um dos detalhes interessantes nesta biografia é a mudança de planos na vida do jovem que queria ser ator e escritos.

8. Aparecida: o Milagre (2010)

O roteiro do filme não conta necessariamente a história da aparição de Nossa Senhora, mas de um milagre operado pela intercessão da mãe de Deus, diante da incredulidade de um pai de família. O longa se passa em Aparecida, São Paulo, e tem cenas gravadas no interior do Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida.

9. A Sétima Morada – Santa Edith Stein (1996)

Uma, das diversas canonizações feitas por São João Paulo II, Edith Stein era judia e uma famosa professora de filosofia. Sem abandonar suas origens judaicas, converte-se ao catolicismo, ingressa no Carmelo de Colônia, Alemanha. Assume e aprofunda a espiritualidade carmelitana. O filme A Sétima Morada, trata justamente da história da religiosa, que foi perseguida pelos nazistas, levada ao campo de concentração de Auschwitz, Polônia, e morta na câmara de gás.

10. Jesus: a Maior História de todos os tempos (1999)

Lançado em 1999, com roteiro de Suzete Couture e direção de Roger Young, o longa trata da história do Filho de Deus em quatro horas de filme. É possível observar alguns detalhes nesta obra que outras não retratam, como a morte de José, o pai adotivo de Jesus, e a fala de Maria que aquela era hora de começar sua missão. A escolha dos apóstolos, o sermão da montanha e a morte e ressurreição de Jesus podem ser vistos em detalhes.

Por Rafael Batista
Pascom