Imprimir

18 anos de Criação da Paróquia Cristo Rei

Publicado em .

igreja matrizEm 2 de outubro de 2017 serão completados 18 anos do Decreto Episcopal 15/99, que criou, em 1999, a Paróquia Cristo Rei do Parque Atheneu. Quando D. Antonio Ribeiro, até então Arcebispo de Goiânia publicou o decreto, o povo de Deus já caminhava há muito tempo por estes lados, graças a presença dos Padres Missionários da Sagrada Família e das Irmãs Franciscanas de Maria Imaculada.

A Paróquia foi erigida canônicamante, quando o primeiro padre diocesano assumiu as atividades pastorais e administrativas da até então Pró-Paróquia. Na época Pe. Raimundo Lopes Salgado era o reponsável pela comunidade, mas até aquele momentos diversos religiosos já tinha passado por aqui. Para comemorar esta data especial, transcrevemos abaixo a história contada por alguns dos paroquianos mais antigos por aqui. Aproveitamos para celebrar este aniversário repleto de belas histórias e testemunhos.

Veja o Decreto de Criação da Paróquia

18 anos depois

União, envolvimento com a vida pastoral e reciprocidade são algumas das maiores alegrias que o atual administrador paroquial, Pe. André Drumond, afirme ter em relação à paróquia. Com nove comunidades, incluindo a matriz, a paróquia conta com 17 pastorais e movimentos, sendo eles: Apostolado da Oração, Catequese, Coroinhas e Acólitos, Encontro de Casais, Legião de Maria, Ministros, Música, Pastoral da Comunicação, Pastoral da Criança, Pastoral da Escuta, Pastoral do Batismo, Pastoral do Dízimo, Pastoral Familiar, Pastoral Social, Renovação Carismática, Terço dos Homens e Vicentinos.

Pe. André explica que a matriz representa unidade e centralizaçãoda paróquia, pois as capelas e comunidades funcionam com certa independência. Ele afirma que já existe um novo plano pastoral e a renovação dos conselhos das comunidades. "Manter as decisões pastorais, quanto as decisões econômicas a partir do conselho é a melhor forma de estruturar o desenvolvimento da paróquia e suas comunidades. Desta forma podemos atender a todos e procurar suprir as fragilidades de cada um a partir das experiências das outras, uma troca fraterna que contribui para verdadeiramente estabelecer uma comunidade de comunidades", disse.

Desafios

Os Diáconos Oscar Barbosa e Carlos Brito, filhos da comunidade, explicam que a busca pela unidade e engajemento das pessoas aos movimentos e pastorais é uma das prioridades da paróquia, pois apesar de ter uma vida pastoral rica e ativa, ainda existe uma parcela de fiéis que poderia interagir mais, assimir compromissos pastorais e ir ao encontro do outro de forma constante. Outra dificuldade é aintegração da juventudade na ação pastoral. "Antigamente havia diversos grupos de jovens, mas hoje a maioria dos jovens se restringem a ir às missas", disseram.

Pe. André destaca ainda o desafio de evangelizar as famílias e mantê-las atuantes na paróquia. Hoje, as famílkias sofrem diversas mudanças e problemas. "Nossa intenção é sempre ajudar e apoiar as famílias na superação das dificuldades que encontraram durante o caminho percorrido", afirma o padre.

História

Em 1968, as Irmãs Franciscanas de Maria Imaculada se mudaram para um terreno onde é hoje o Parque Trindade e, após grande trabalho por parte da congregação, se instalou o Instituto San Damiano, local onde desde os primórdios eram realizadas as missas para as comunidades dos arredores.

No ano de 1982, foi inaugurado o Parque Atheneu, já uma expansão da região ocupada pelas primeiras famílias que foram se aglomerando nos arredores do Instituto San Damiano. A Ir. Johanna Didier. OSF, foi a pioneira na ação pastoral e visitação das famílias e, em 1987, foi noemada por D. Antônio responsável pela Comunidade Cristo Rei. A Congregação das Irmãs Franciscanas de Maria Imaculada foi extremamente importante para o desenvolvimento das atividades religiosas.

Segundo a Ir. Ruth Berry, OSF, umas das pioneiras na história da paróquia, a escolha do padroeiro foi feita de maneira democrática, em reunião de paroquianos. Pe. José Machado, que atendia a comunidade naquela época, sugeriu Cristo Rei e, como estava próximo à Festa de Cristo Rei, o nome foi aprovado em votação.

No dia 2 de outubro de 1999, foi instituída a Paróquia de Cristo Rei.  No decorrer dos anos, ela foi se expandindo e se estruturando, hoje abarcando 8 comunidades, entre elas a Comunidade do Instituto San Damiano, que a originou.

Padres que passaram antes e depois de instituída a Paróquia:

- Pe. Jean Biraud;
- Pe. José Souza Machado;
- Pe. Joaquim Carlos Carvalho, OSB;
- Pe. Aroldo Schomoeller, MSF;
- Pe. Enoques Martins da Rocha, MSF;
- Pe. Carlos César Pereira de Souza, MSF;
- Pe. Raimundo Lopes Salgado;
- Pe. Sidnei dos Santos;
- Pe. Sérgio Ricardo Rezende;
- Pe. Jandir Luiz Hess;
- Pe. André Drumond.

Por Lorena Bastos
Vicom - Arquidiocese de Goiânia

Matéria publicada em dezembro de 2016 no Jornal Encontro Semanal da Arquidiocese de Goiânia. Contribuíram para a elaboração do texto: Pe. André, Ir. Ruth, Diác. Carlos, Diác. Oscar, Sílvia Damasceno, Sílvia Praxedes, Hildebrando, Marluce e Moura.

Veja algumas fotos históricas da Paróquia Cristo Rei tem muito mais em nosso Facebook.